domingo, 15 de fevereiro de 2009

Um dia


Tem manhãs que me fazem bem
Como se nunca tivesse acordado
Sensações apenas isso

Nada de surpreendente, um sábado quente, como não ocorria a tempos
Lavar carro, conversar sem compromisso, um sorriso talvez solto
Vai saber , mas é uma manhã gostosa

Celular toca, a musica que escolhi me faz ficar tranquilo
Uma amiga me convida vamos passear o dia está lindo, por que não ?
Lá vou eu, um pouco mais apressado que o normal
Último cigarro do dia, já sei,
Banho, escolho uma camisa, uma calça, como se esta atitude mude algo
Não esquecer do perfume , que nunca lembro o nome
A espiada no espelho, o que vejo são fios brancos , que me fazem sentir que o tempo não passou
Não me vejo como deveria?
Essa imagem logo desaparece, e já estou a dirigir , estrada tranquila

Não é um encontro, o que é então, fico digerindo mas sem aflição, apenas reflectindo
O tempo passa mais rápido do que eu esperava, e logo estou a chegar
Um breve olhar na fachada da casa, ninguém à espera
Certo nervosismo, afinal, estou na casa dela
Porta se abrindo, vejo um sorriso, um beijo na face
E a estrada está nos esperando

Conversas amenas, a ansiedade ficou pra trás
Musica ao fundo, vento quente pelas janelas
Esqueço quem sou, sou somente

O mar está mais azul que o normal, a areia quente
Lanche e sobremesa, que a fazem sorrir
Não errei na escolha

Talvez ela não perceba, acompanho seus passos e olhares
Olhos que devoram os detalhes, que vibram com situações simples

A conversa se torna um pouco mais pessoal, não me limito a acompanhar
Quero ser parte
A reacção não esperada, lágrimas que não entenderam , fazem com que eu não saiba lidar novamente com essa situação
Desculpar como? não soube respeitar o limite que me foi imposto

O tempo que me restou, foi delicado
Andamos , passeamos, conversamos
As lágrimas nos separavam

O retorno não foi o mesmo, senti-me impossibilitado
Conversamos eu sei
As lágrimas ainda presente, o silencio me ajudou
Outro beijo na face, um sorriso e um sentimento de adeus

Dia perfeito poderia ter sido
A noite chega, devagar na estrada
Agora são lágrimas em minha face, não com o gosto das dela
Apenas lágrimas de quem não soube curtir um dia lindo
E o gosto amargo do adeus, ficou para sempre .....
Nada vai mudar, aceitar talvez, mudar não ... obrigado