terça-feira, 9 de junho de 2015

Atônito




Atônito com as exigências necessárias ao convívio.

Acredito piamente no “efeito borboleta”, meus atos por mais insignificantes que o sejam geram sequencias aleatórias que acabam por me envolver e continuo sem compreensão da causa.

Opto em escolher atalhos em cada situação e com isso caminho sem noção do destino.

Aprendi cedo demais que “navegar é preciso”...