segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Tempo que passa

 Quando a vida já está no limite, em que as coisas são estranhas, em que não há um canto definido e o que desejas é que este tempo passado seja
Quando o presente liquida com a história, fazendo com que pouca vontade seja suficiente para  que o dia não se torne tão difícil ou impossível , e sim, apenas mais um dia
Quando se ocupas o máximo que podes, a fim de que não lembres do passado e muito menos visualize o futuro, apenas corre a favor das horas, nada mais
Quando estás na eternidade das impossibilidades, que não há desejos ou sonhos, amanhãs ou porvir, apenas queres que a mansidão da rotina lhe de tempo de passar o tempo.
Então, o que posso fazer é apenas repetir a constante de todo dia, esgueirar no conhecido e  aguardar.
Esse tempo desperdiçado que jamais será reposto, é a paga pelo renascer , há tempo de espera, há tempo da consciência e há tempo de viver.
Hoje vivo a espera, que em última esperança seja finita
E sendo finita posso viver o marasmo do recriar
E que Deus , o universo ou quem sabe...
Me conceda tempo de não ter que me lamentar pelo tempo desperdiçado na ignorância de ser.

F.Shook